Mídias Sociais

Aprenda a criar uma estratégia de sucesso para as mídias sociais!

Foto montagem de mídias sociais

A situação atual das mídias sociais

Antes de tomar qualquer atitude é necessário que você conheça e entenda a situação atual que as mídias sociais se encontram. Neste tópico, você aprenderá sobre esse novo mundo e também regras básicas de “sobrevivência”.

O conceito de mídias sociais

Grande parte das pessoas e empresas costumam desenvolver um enorme fascínio pelas últimas novidades do mercado (Facebook, Foursquare, Google+, Twitter, Pinterest e etc..), e então, começam a estudar qual a melhor forma para utilizar cada ferramenta.

O problema em concentrar todas as suas forças em novas tecnologias e plataformas é que, ao fazê-lo, perde-se totalmente o foco no objetivo principal. O grande potencial das redes sociais é facilitado pela tecnologia, mas não é criado por ela.

O conceito de mídia social diz respeito a pessoas e não a tecnologia em si.

A tecnologia é um meio que facilita o contato das pessoas com outras pessoas, ou seja, elas utilizam as mídias sociais para se conectar com pessoas reais e não com marcas. Se você quer se aproximar do seu público alvo, comece a se comunicar da mesma forma.

As mídias sociais tem um grande poder: a publicação de dados. Transformando assim qualquer pessoa com uma boa conexão de internet e um conteúdo de qualidade, em um publicador de informações e, muitas vezes, essas informações são mais confiáveis que as grandes publicações dos meios de comunição tradicionais.

No ambiente digital, conexões reais com pessoas reais não são apenas possíveis, mas em muitos casos são mais valorizadas que a conexão tradicional, exemplo: (“A empresa X anunciou seu novo produto..”). Esse tipo de comunicação tem se tornado cada vez menos valorizado e menos importante.

Em contrapartida, uma conexão com um indivíduo de “carne e osso” ⎯ mesmo de alguém que esteja representando uma marca ⎯ vem ganhando cada vez mais força.

É importante saber que nesse mundo virtual, o público alvo deseja se conectar com um ser humano, pessoas reais e não com um logotipo.

Evite essa estratégia a qualquer custo

Um dos piores erros quando se trata de estratégias nas mídias sociais é focar somente em um ponto, sem estar disposto a alterações e mudanças.

É muito provável (para não dizer óbvio) que se você construir um programa de mídias sociais pensando que somente terá de focar suas atenções nessas novas tecnologias e plataformas, sem alterar as suas estratégias e técnicas de abordagens, você irá fracassar.

Dinâmica de mão dupla

Quando uma pessoa visita a página de uma empresa no Facebook/Twitter ou blog, ela não quer apenas receber as informações que a empresa deseja lhe oferecer.

Em muitos casos, ela deseja obter respostas e soluções para suas dúvidas, ela quer ter certeza que tenha alguém ali para responder e ouvir suas perguntas.

Essa dinâmica de mão dupla é a essência mais importante das mídias sociais, se você não estiver com essa linha de raciocínio não importará o tipo de plataforma que você estiver utilizando. Cada vez mais as pessoas valorizam e recompensam as marcas que estão dispostas a se relacionar diretamente com elas.

Ao mesmo tempo, esse público passa a ignorar e repudiar aquelas marcas que estão lá apenas para falar sobre si mesma, sem qualquer intenção de escuta-ló.

Diferencie perfil pessoal de perfil profissional

É sempre bom lembrar que empresas e organizações não devem utilizar as mídias sociais da mesma maneira que as “pessoas físicas” utilizam, hoje em dia, por exemplo, o Facebook dispõem a opção de fan page para empresas e perfil pessoal para pessoas comuns.

Por que as empresas buscam as mídias sociais ?

Podemos fazer uma lista com os principais motivos que fazem as empresas adotarem as mídias sociais:

  • Alcançar um maior número de clientes e futuros clientes;
  • Fazer com que esses clientes se sintam bem e melhor pelo fato de terem comprado seus produtos;
  • Resolução de problemas de maneira fácil e rápida;
  • Entender exatamente o que fazer para que os clientes comprem novamente;

  • Para organizações sem fins lucrativos:
  • Divulgar informações e evangelizar as pessoas sobre a causa defendida;
  • Aumentar o número de membros da comunidade;
  • É claro, levantar fundos;
  • Nenhuma empresa pode se dar o luxo de não se manter próxima de seus clientes; o uso das mídias sociais é um instrumento viável e valioso dentro do arsenal das empresas, independentemente de sua abordagem ser do tipo B2B ou B2C

As mídias sociais não alteram a qualidade do seu produto

Como citado anteriormente, as mídias sociais funcionam como um instrumento viável e valioso para a construção de um bom relacionamento entre marca e público alvo.

Mas elas não mudam a qualidade do seu produto, ou seja, se o seu produto não for satisfatório para o seu público alvo, nem mesmo a melhor estratégia de mídias sociais irá alterar a tal realidade.

O controle não está nas suas mãos

Aceite, hoje em dia são os consumidores que definem a direção e o assunto sobre a sua marca.

Esse fato é um pouco estranho, e faz com que algumas empresas se perguntam se realmente válido estar nas mídias sociais. A questão é que realmente você não pode controlar o que dizem a respeito da sua marca, mas você pode influenciar o assunto e o tom da conversa.

É o ponto chave é: quanto mais você se envolver com o seu público alvo, mais relacionamento construirá. Veja algumas dicas para se relacionar de maneira eficiente com o seu público.

  • Dê as respostas que eles querem ouvir;
  • Se relacione de maneira tranquila e natural;
  • Interaja como pessoa e não como uma logo;
  • Escute cada um deles;
  • Quanto mais você agir pensando neles, mas estarão dispostos a lhe oferecer o benefício da dúvida e ouvir a sua posição ou lado nas conversas.

Evitar a presença nas mídias sociais a menos (ou até) que você possa controlá-la é uma ideia ilusória, e faz com que você perca uma ótima oportunidade de influenciar as pessoas para que sigam na direção que você deseja.